Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
13/12/23 às 18h35 - Atualizado em 13/12/23 às 18h35

Asfalto e obras viárias transformam a realidade de moradores do Gama

Investimentos feitos na Ponte Alta são o retrato da presença do GDF na cidade. Mais de R$ 9 milhões foram destinados para pavimentar 6,4 km de ruas e avenidas que cortam a região

Victor Fuzeira, da Agência Brasília | Edição: Débora Cronemberger

“Onde o asfalto chega, valoriza o terreno”. A frase do aposentado Enedino Fonseca, de 60 anos, morador da Ponte Alta Norte, no Gama, reflete a empolgação dele e de vizinhos com a chegada do asfalto na porta de casa. A região em que Enedino reside é cortada pela Rua Aroeira, um dos endereços contemplados com investimentos do Governo do Distrito Federal (GDF) em mobilidade.

O GDF empenhou, nos últimos dois anos, mais de R$ 9,3 milhões na execução de serviços de pavimentação de 6,4 km de ruas e avenidas que cortam a Ponte Alta do Gama | Fotos: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Recém-chegado ao setor habitacional, Enedino acompanhou de perto o empenho do Executivo para garantir um deslocamento mais seguro e confortável a quem vive ou trafega pelo bairro diariamente. “Temos visto como a região está bem-cuidada. São várias obras, em quase todas as ruas. E isso, com certeza, valoriza muito a nossa localidade”, diz.

O relato do aposentado encontra respaldo nos números. Nos últimos dois anos, o GDF empenhou mais de R$ 9,3 milhões na execução de serviços de pavimentação de 6,4 km de ruas e avenidas que cortam a Ponte Alta do Gama. As obras são tocadas por equipes do Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER-DF), com recursos diretos.

Arte: Agência Brasília

Além da Rua Aroeira, o asfalto também chegou às ruas do Sol, Paraíso e à Avenida dos Buritis, uma das principais vias de ligação do bairro. Agora, as equipes do DER trabalham na conclusão da pavimentação das ruas Juruá e Jequitibá, que, juntas, somam 2,2 km.

“Temos visto como a região está bem-cuidada. São várias obras, em quase todas as ruas”, diz o morador Enedino Fonseca

“A pavimentação era uma demanda antiga dos moradores que sofriam com a poeira e com a lama”, pontua Eli Câmara, engenheiro do DER. “O asfalto não vem sozinho. O serviço de pavimentação é acompanhado de obras de melhorias nas redes de drenagem e de sinalização horizontal e vertical”, completa o servidor, detalhando a importância desse trabalho.

A chegada do asfalto mexe com a memória do comerciante Marcos André, 38 anos, ao falar da obra. “Aqui antes era terrível, a gente precisava andar no barro e as pessoas jogavam muito lixo. A avenida era usada como local para descarte. Essa obra melhorou muito nossa qualidade de vida, sem falar na valorização do nosso comércio”, conta o proprietário de uma loja de conveniências às margens da Avenida dos Buritis.

Mais obras

Em atenção aos mais de 137 mil habitantes do Gama, o GDF promove outras intervenções de mobilidade na região. Recentemente, o governador Ibaneis Rocha entregou a restauração das DFs 180 e 290 e da BR-060. Um investimento de quase R$ 17 milhões permitiu a recuperação das vias, beneficiando 10 mil motoristas diariamente e assegurando o desenvolvimento de uma importante região agrícola da capital.

Há obras também na Via Posto Sayonara, uma das principais do Gama. Por lá, o recurso é de R$ 1.651.816 para levar 400 toneladas de asfalto novo por 667 metros da via.

Outro trecho onde o GDF está presente é na Quadra 44/45 do Setor Leste. Os moradores de lá, em breve, vão ganhar 375 toneladas de massa asfáltica que serão utilizadas para pavimentar 671 metros da via.

Importantes vias de ligação e de acesso à cidade também passaram por serviços de recuperação asfáltica e pavimentação, como as DF-483, DF-480, DF-290 e DF-475 e as vicinais VC-341, VC-361, VC-379, VC-383.