Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
8/04/24 às 11h47 - Atualizado em 8/04/24 às 11h47

Dia D de combate à dengue na Fercal leva serviços de saúde à população

Moradores se vacinaram, realizaram testes rápidos para Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e receberam atendimento para casos suspeitos de dengue

Por Agência Brasília* | Edição: Saulo Moreno

A Secretaria de Saúde (SES-DF) levou, neste sábado (6), serviços à população da Região Administrativa da Fercal. Os moradores receberam orientações para saúde bucal, vacinação, atendimento para casos suspeitos de dengue, realizaram testes rápidos para Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e puderam participar de Práticas Integrativas em Saúde (PIS).

 

Durante o evento, a secretária de Saúde, junto com a equipe de vigilância ambiental e do Corpo de Bombeiros, realizou vistoria em residências do local | Foto: Jhonatan Cantarelle/Agência Saúde-DF

 

Presente no evento, a gestora da pasta, Lucilene Florêncio, destacou as ações realizadas pelo Governo do Distrito Federal (GDF) para o combate à doença e a ampliação dos serviços para a população, como a recente nomeação de novos profissionais de medicina.

“É um marco a nomeação dos 460 médicos. Quando falamos do enfrentamento da dengue, precisamos da união de todos”, destacou. Florêncio ressaltou ainda que os resultados das diversas medidas tem mostrado efeitos positivos, com a estabilização dos casos, indicando tendência à queda.

A vice-governadora, Celina Leão, enfatizou o trabalho em conjunto, em especial dos diversos profissionais de saúde envolvidos no combate à dengue, como os agentes de vigilância sanitária (AVAs).

“É um trabalho de equipe e nós estamos conseguindo combater a maior epidemia de dengue dos últimos dez anos. Toda a população vai receber o agente de vigilância, porque quando o agente entra na casa, ele põe o mosquito para fora”, disse.

A força-tarefa contou com equipes da Estratégia de Saúde da Família (EsF), cerca de 50 AVAs e 150 bombeiros militares do DF. O objetivo foi identificar focos do mosquito transmissor da dengue e orientar a população sobre a prevenção e os cuidados em casos de suspeita da doença. Junto à ação, quatro drones auxiliaram na vistoria da área e dez carros do fumacê circularam na região.

 

Serviços

 

Realizado como parte do evento GDF Mais Perto do Cidadão, o Dia D deste sábado contou com a visitação dos agentes de vigilância ambiental nas residências. A secretária de Saúde acompanhou os servidores para conscientizar a população e vistoriar possíveis focos do mosquito.

O aposentado Antanasio Araujo, 66, recebeu a visita domiciliar. Algumas larvas foram encontradas em uma lona e as orientações foram rapidamente repassadas. “Eu vou jogar fora a lona imediatamente. Acho esse trabalho muito importante dos agentes de vigilância, sempre permito que entrem em casa”, relatou.

Durante os dois dias de evento, a comunidade recebeu diversas orientações para o enfrentamento da dengue, como afirma o gerente da Diretoria de Vigilância à Saúde (Dival), Edir Xavier, “viemos fazer visitas e orientar o pessoal da Fercal a não deixar água parada, para eliminarmos o mosquito da dengue”, reforçou.

Quem compareceu ao local também teve a oportunidade de conhecer e participar de atividades como fisioterapia, massagem e auriculoterapia, oferecidas pela SES-DF. Miquele Rosa Gomes, 34, aproveitou o momento para ser atendida pelo fisioterapeuta e realizar massagem. “Foi muito bom. O fisioterapeuta me recomendou sentar um pouco após levantar ao acordar, e outras dicas para evitar dores nas costas”, explicou.

O cuidado com a saúde bucal foi o serviço mais esperado por Suzana Barros, 43. A moradora afirma que eventos como o Dia D são importantes para que a população tenha acesso a diversos serviços.

“Na minha época, fui ensinada a escovar os dentes de outra forma, então essa explicação da profissional foi muito boa. E esses eventos são de uma ajuda maravilhosa, uma iniciativa muita boa”, completou.

 

Vacinação

 

Durante a ação, imunizantes de todo o calendário vacinal – exceto as vacinas de BCG e dengue – estavam disponíveis, além da vacinação para cães e gatos.

Daniel Silva, 54, aproveitou para imunizar Kiara, Sofia e Billy. “Acho muito bom esses eventos e eu sempre venho porque é muito importante para vacinar os bichinhos”, concluiu.

 

*Com informações da SES-DF