Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
27/11/23 às 9h55 - Atualizado em 27/11/23 às 9h55

Erosão em bairro de São Sebastião recebe trabalho de contenção

Objetivo é prevenir estragos maiores na região do Núcleo Rural Morro da Cruz durante o período de chuvas

Catarina Loiola, da Agência Brasília | Edição: Carolina Lobo

Máquinas e operários do Governo do Distrito Federal (GDF) atuam na contenção de uma erosão no bairro Zumbi dos Palmares, localizado no Núcleo Rural Morro da Cruz, em São Sebastião. O serviço, executado desde o último dia 14, reúne esforços da administração regional, do programa GDF Presente e da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). O objetivo é prevenir estragos maiores na região no período de chuvas e o agravamento da erosão.

Doze servidores estão envolvidos no serviço de contenção de uma erosão no bairro Zumbi dos Palmares, no Núcleo Rural Morro da Cruz, em São Sebastião | Fotos: Joel Rodrigues/Agência Brasília

O administrador regional de São Sebastião, Roberto Medeiros, revela que a erosão é um problema antigo da comunidade. Segundo ele, no começo deste ano, foi preciso interditar a área devido ao risco de acidente. Por isso, é essencial a execução do serviço preventivo. “É um trabalho que a gente tem que fazer agora, antes de a chuva aumentar, porque é uma via de ligação muito importante. Assim, poderemos evitar o transtorno que ocorreu no início do ano e garantir a acessibilidade dos moradores”, afirma.

Coordenador do Polo Sudoeste do GDF Presente, Leandro Cardoso: “Também fazemos outros serviços de zeladoria diariamente, como manutenção de vias não pavimentadas, recolhimento de inservíveis e recuperação asfáltica”

A erosão fica no Beco do Coronel, próxima ao Córrego Santo Antônio da Papuda. Doze servidores estão envolvidos no serviço, desde o carregamento das pedras e terra até a supervisão e controle das máquinas – dez caminhões, um trator de esteira e uma pá-carregadeira.

Segundo o coordenador do Polo Sudoeste do GDF Presente, Leandro Cardoso, o aterramento da área está sendo feito com restos de escavação, material cedido pelo governo para o reaproveitamento.

Ele afirma que o programa atua continuamente na região. “Também fazemos outros serviços de zeladoria diariamente, como manutenção de vias não pavimentadas, recolhimento de inservíveis e recuperação asfáltica”, cita.

​Fernanda Pabline: “Era um buraco muito grande e, sempre que chovia, ficava impossível passar por aqui. Nem carro e nem pedestre”

A auxiliar de serviços gerais Fernanda Pabline, 25, mora na região do Morro da Cruz há cerca de um ano e avalia que o tratamento da erosão traz mais segurança para a comunidade.

“Era um buraco muito grande e, sempre que chovia, ficava impossível passar por aqui. Nem carro e nem pedestre. Esse serviço ajuda muito a evitar acidentes por aqui, que a área fique inundada e até o desabamento de terra”, relata.