Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
7/03/22 às 8h50 - Atualizado em 7/03/22 às 8h50

GDF lança programação especial para o Mês da Mulher

As ações integram a quarta edição da agenda Março Mais Mulher, que é composta por ações e políticas públicas para este público

O mês de março será marcado por diversas ações do governo voltadas para as mulheres, previstas na quarta edição da agenda Março Mais Mulher. São talk-shows e capacitações, além do lançamento de ações e políticas públicas, como a primeira unidade do Espaço Acolher. Os eventos, que tratam de temas como enfrentamento da violência, saúde da mulher e autonomia econômica, ocorrem até o dia 31.

“A agenda reúne diversas ações, de vários órgãos e secretarias do GDF, não só para promoção, como para proteção da mulher. É ofertado tanto para as servidoras, como também para toda a sociedade”, explica a secretária da Mulher, Ericka Filippelli. “É interessante porque é uma forma de integrar e fortalecer nossas ações, mostrando que o governo é comprometido com a pauta feminina.”

“A agenda reúne diversas ações, de vários órgãos e secretarias do GDF, não só para promoção, como para proteção da mulher”, explica a secretária da Mulher, Ericka Filippelli | Foto: Tony Oliveira/Agência Brasília

Uma novidade é o lançamento do Espaço Acolher, em Samambaia. O local será a primeira sede do Núcleo de Atendimento à Família e aos Autores de Violência Doméstica (Nafavds), oferecendo acompanhamento psicossocial às pessoas envolvidas em situação de violência doméstica e familiar.

Casa da Mulher Brasileira

Ao longo do mês, as mulheres também poderão conhecer o espaço modelo da Casa da Mulher Brasileira montada no JK Shopping, em Taguatinga, com visitação diária das 10h às 22h. O objetivo é evidenciar as ações de combate à violência do espaço, hoje disponíveis na unidade de Ceilândia.

“Montamos uma loja vitrine, com algumas referências da casa para que possamos mostrar para as pessoas e as mulheres terem essa proximidade com o equipamento. Infelizmente vivemos uma realidade muito difícil com relação à violência doméstica”, avalia a secretária.

Além de uma área para visitação, o espaço terá apresentação de programas governamentais e ainda estará aberto para atendimento. A programação no shopping contará também com palestras.

A casa também é uma forma de divulgar as próximas unidades. Atualmente, o governo aguarda a finalização dos projetos para licitar mais quatro casas da Mulher Brasileira, que serão no Sol Nascente/Pôr do Sol, Recanto das Emas, Sobradinho e São Sebastião.

Capacitação

Março também marca o lançamento de dois novos programas da Secretaria da Mulher: Empodera e Realize. “A gente entende que nosso papel é dar condições para as mulheres se capacitarem e se prepararem para o mercado de trabalho, mas também dar condições para elas se desenvolverem e enfrentarem as dificuldades locais”, completa.

O primeiro será uma formação de mulheres líderes. As inscritas aprenderão a apresentar ofícios e projetos, promover abaixo-assinados e falar em público. Já o Realize trabalha no desenvolvimento socioemocional das mulheres com participação dos especialistas da Secretaria da Mulher.

Políticas já em execução terão novas temporadas em março. É o caso do programa Jornada Zero Violência Contra Mulheres e Meninas. Do dia 14 a 17, a ação será em Sobradinho, com lideranças locais divulgando as ações e políticas do GDF voltadas ao acolhimento das mulheres.

Adriana Izel, da Agência Brasília I Edição: Débora Cronemberger