Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
4/07/23 às 11h15 - Atualizado em 4/07/23 às 11h15

GDF paga mais de R$ 35 milhões com o Cartão Prato Cheio e DF Social

Os novos beneficiários do programa Prato Cheio já podem retirar o cartão nas agências do Banco de Brasília (BRB), conforme calendário

Agência Brasília* | Edição: Saulo Moreno

O Governo do Distrito Federal (GDF) pagou R$ 35.564.380 em benefícios sociais, referente ao Cartão Prato Cheio e DF Social. As 100 famílias beneficiárias do programa Prato Cheio receberam nesta segunda-feira (3) a parcela de R$ 250, um investimento de R$ 24.973.000. Também já está na conta dos 70 mil beneficiários a parcela de R$ 150 do DF Social, com montante de R$ 10.591.380. Lembrando que há beneficiários que recebem tanto o Prato Cheio quanto o DF Social. Os dois programas são geridos pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

Com o pagamento do DF Social e do Cartão Prato Cheio, o GDF faz um investimento de R$ 35.564.380 em benefícios sociais neste início de segundo semestre | Arte: Ascom/Sedes-DF

“Muitas famílias aguardam esse recurso no início do mês para pagar as contas, comprar alimentos. São benefícios como esses que garantem autonomia a essas famílias em vulnerabilidade social”, ressalta a secretária de Desenvolvimento Social, Ana Paula Marra.

Os novos beneficiários do programa Prato Cheio já podem retirar o cartão nas agências do Banco de Brasília (BRB), conforme cronograma definido de acordo com a primeira letra do nome do beneficiário.

– A/G: 3/7/2023
– H/M: 4/7/2023
– N/Z: 5/7/2023

“À medida que as famílias vão completando o ciclo de nove meses, outras vão entrando. O cartão Prato Cheio tem essa característica, de ser um benefício temporário para dar suporte a um maior número possível de famílias que passam por um momento de dificuldade”, explica Ana Paula Marra.

O DF Social é o benefício destinado às famílias com renda per capita de até meio salário mínimo, inscritas no Cadastro Único | Foto: Arquivo/Agência Brasília

Para saber se foi contemplado e a data e o local de retirada, é preciso acessar o site GDF Social, colocar CPF e data de nascimento.

Vale lembrar que os beneficiários que foram contemplados em ciclos anteriores não precisam retirar um novo Cartão Prato Cheio, nem habilitar na agência do BRB. Basta reutilizar o cartão que já estará com crédito de R$ 250. Em caso de extravio do documento, o beneficiário deve solicitar um novo cartão em uma das agências bancárias.

O Cartão Prato Cheio concede crédito de R$ 250 por nove meses para a compra de alimentos. O benefício é destinado às famílias que passam por situação temporária de insegurança alimentar e nutricional e só é concedido após atendimento socioassistencial realizado pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras). O cartão não está habilitado para a função saque. Só pode ser utilizado no comércio de produtos alimentícios.

Já o benefício mensal de R$ 150 do DF Social é destinado às famílias com renda per capita de até meio salário mínimo, inscritas no Cadastro Único. Neste caso, não é preciso solicitar o benefício. As famílias que atendem aos critérios são incluídas pela Sedes no programa. Para saber se está entre os beneficiários, o cidadão também deve consultar o site GDF Social. A abertura da conta pode ser feita pelo aplicativo BRB Mobile. Basta ter em mãos um documento original com foto – Registro Geral ou Carteira Nacional de Habilitação.

*Com informações da Sedes