Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
20/01/24 às 16h11 - Atualizado em 14/02/24 às 16h12

GDF Presente amplia presença e dobra importantes serviços à população

‌Programa promoveu ações em todas as regiões administrativas durante o ano de 2023; trabalhos de pavimentação, manutenção de vias rurais, instalação de luminárias, entre outros, cresceram

Catarina Loiola, da Agência Brasília | Edição: Vinicius Nader

 

Manutenção de vias, fornecimento de massa asfáltica, recolhimento de entulho, poda e roçagem compõem a lista de serviços executados pelo GDF Presente. Em 2023, o programa superou os números registrados no ano anterior e garantiu ações em todas as 35 regiões administrativas do Distrito Federal, por meio de 14 polos urbanos e dois rurais, com apoio de órgãos governamentais.

Em 2023, houve o fornecimento de 64.925,14 toneladas de massa asfáltica – mais do que o dobro do verificado no ano anterior, quando foram usadas 27.920,76 toneladas. O material é utilizado na manutenção das vias, bem como no preenchimento de buracos e erosões. Também em relação às pistas, o serviço de patrolamento chegou a 1.507 km executados, ante 750 km em 2022. Houve, ainda, a manutenção de 1.507 km de estradas rurais, em parceria com as comunidades locais.

 

Cerca de 200 pessoas participaram do programa em 2023, incluindo reeducandos da Funap e Seape | Foto: Divulgação/GDF Presente

Além disso, o programa dobrou os serviços de poda em relação a 2022 – 91.147 árvores receberam o reparo em 2023, contra 36.226 no ano anterior – e aumentou a área atingida com roçagem para 650 milhões m². Foram realizados também pintura de parquinhos, recolhimento de lixo, pintura de quadras, recolhimento de galhos e inservíveis, e mais.

O GDF Presente é coordenado pela Secretaria de Governo (Segov) e reúne as administrações regionais, as pastas de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri-DF), de Administração Penitenciária (Seape-DF), de Proteção da Ordem Urbanística (DF Legal), Serviço de Limpeza Urbana (SLU), Departamento de Trânsito (Detran-DF), Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF), Fundação de Amparo ao Trabalhador (Funap-DF) e Companhia Energética de Brasília (CEB). Cerca de 200 pessoas participam do programa, incluindo reeducandos da Funap e da Seape.

Junto à CEB, o GDF Presente quadruplicou a instalação de luminárias das cidades – foram 77.926 unidades em 2023, ante 17.566 em 2022. Além disso, houve a substituição de 227 postes. Com o Detran-DF, as ações proporcionaram maior trafegabilidade à população. Foram instaladas 4.136 placas de sinalização, pintadas 4.346 faixas de pedestre e criadas 1.916 lombadas.

Cuidado e integração

O programa surgiu em janeiro de 2019, intitulado SOS DF. O objetivo era resolver pendências das regiões administrativas, que havia muito tempo não recebiam manutenção e cuidados devidos. A ideia foi bem-sucedida e, quatro meses após o lançamento, virou uma política de governo. Neste ano, o número de polos passou de 11 para 16, a fim de ampliar ainda mais a cobertura das ações.

Arte: Agência Brasília

“Hoje não dá para imaginar o DF sem o GDF Presente, porque as soluções são imediatas. A demanda chega e, muitas vezes, no mesmo dia o serviço já está sendo feito”, avalia o secretário de Governo, José Humberto Pires de Araújo. “Para este ano, faremos um cronograma de três meses de visita cidade por cidade para fortalecer ainda mais o programa e a relação com a comunidade, conversando com as áreas de educação, segurança, saúde, cultura, entre outras, para vermos como podemos ampliar a participação dos órgãos na região”, completa.

As demandas de cada região administrativa são mapeadas pelos respectivos administradores, com base em registros da Ouvidoria e no relato dos moradores, e reunidas no cronograma de ações do GDF Presente. “Assim, na semana em que polo estiver na cidade, esses serviços serão executados”, explica Marco Aurélio Dermes, subsecretário de Operações nas Cidades da Segov e coordenador-geral do programa GDF Presente. “O programa foi concebido exatamente para tratar a cidade de uma forma mais ampla, resolvendo as demandas das RAs com mais rapidez e eficiência. Os números de 2023 são animadores e mostram que temos avançado”, completa.