Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
12/05/23 às 13h02 - Atualizado em 12/05/23 às 13h02

Medalha de mérito é criada para homenagear líderes comunitários do DF

Gesto de reconhecimento contemplará mais de 150 representantes sociais pioneiros nas regiões administrativas em que atuam

Catarina Loiola, da Agência Brasília | Edição: Vinicius Nader

Valorização dos porta-vozes da população. Esse é o objetivo da medalha Mérito Líder Comunitário do Distrito Federal, condecoração lançada nesta semana pela Secretaria de Atendimento à Comunidade (Seac). O gesto de reconhecimento será entregue a mais de 150 representantes sociais pioneiros nas regiões administrativas em que atuam. As medalhas serão entregues ainda este mês no auditório da Academia de Bombeiros Militar, no Setor Policial Sul.

Conforme estipula o Decreto 44.502/2022, publicado no Diário Oficial do DF de quarta (10), os homenageados foram indicados pelas administrações regionais com base no tempo de dedicação à cidade, além de comprometimento e responsabilidade com as demandas dos moradores. Os mesmos critérios foram observados pelo Conselho da Medalha, grupo de representantes do governo estipulado por decreto.

O Conselho da Medalha é formado pela secretária de Atendimento à Comunidade, Clara Roriz, no papel de presidente; pelo secretário de Governo, José Humberto Pires de Araújo, atuando como vice-presidente; pelo secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha; pelo secretário executivo de Atendimento à Comunidade, Evaldo Rabelo; pelo secretário adjunto de Governo, Valmir Lemos de Oliveira; e pelo secretário executivo das Cidades da Secretaria do Governo, Gustavo Almeida Aires. Na ausência destes, atuam suplentes.

 

Clara Roriz é presidente do Conselho da Medalha: “A homenagem aos pioneiros também é uma forma de incentivar a continuação desse trabalho e o surgimento de novas lideranças | Foto: Lúcio Bernardo Jr/ Agência Brasília

“Os líderes comunitários exercem um papel fundamental para a sociedade. São eles que estão 24 horas recolhendo demandas que, por vezes, não são percebidas pelo governo. Eles nos ajudam a pensar em melhorias para os moradores”, afirma Clara Roriz. “A homenagem aos pioneiros também é uma forma de incentivar a continuação desse trabalho e o surgimento de novas lideranças”, completa.

Em Samambaia desde 1989, o aposentado Antônio Galba, 71 anos, receberá uma das medalhas de mérito. “Quando me ligaram contando sobre a medalha, fiquei muito feliz. É gratificante ser reconhecido por ajudar as pessoas porque é um trabalho que fazemos naturalmente e com prazer”, conta.

Antônio foi presidente da associação de moradores da região entre 1992 e 1994 e, nos anos seguintes, ocupou outras funções na entidade. Depois que se aposentou, em 2013, se afastou dos compromissos gerais, mas nunca deixou de buscar soluções coletivas. “Quando vejo uma demanda ou percebo algum problema na cidade, procuro a administração regional, a associação. É o meu papel de cidadão”, conclui.

Apenas o SIA, Água Quente e Arapoanga não participam da iniciativa, tendo em vista que não têm lideranças comunitárias. Junto com as medalhas, os homenageados receberão um pin e um diploma, reconhecendo, mais uma vez, a importância dos representantes para a sociedade.