Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
26/12/23 às 15h55 - Atualizado em 26/12/23 às 15h55

Mobilidade: 52 mil pessoas beneficiadas por dia no Boulevard do Rei Pelé

A circulação de ônibus no corredor exclusivo do local também permite a reorganização e maior fluidez do trânsito no centro de Taguatinga

Agência Brasília* | Edição: Igor Silveira

“O início da circulação de ônibus no corredor exclusivo do Boulevard do Túnel Rei Pelé foi um dos grandes objetivos que alcançamos este ano, para aprimorar o transporte público coletivo e a mobilidade urbana do Distrito Federal.

A operação beneficia 52 mil passageiros, além de permitir a reorganização e maior fluidez do trânsito no centro de Taguatinga. Tão bonito quanto funcional, o Boulevard favorece a mobilidade dos usuários de ônibus e metrô. E as viagens para o Plano Piloto ficaram mais rápidas, sobretudo agora, com a liberação da Via Estrutural, pelo DER.

Tão bonito quanto funcional, o Boulevard favorece a mobilidade dos usuários de ônibus e metrô | Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

Outro projeto importante é a concessão da Rodoviária do Plano Piloto, que foi autorizada por lei e segue para licitação. Serão investidos R$ 120 milhões na recuperação e modernização do local. Teremos uma rodoviária integrada, acessível e confortável, que trará modernidade ao centro da capital.

Ampliamos a estrutura do transporte coletivo com a inauguração da Rodoviária do Sol Nascente Trecho II, e estamos em obras nas rodoviárias do Varjão, Itapoã e Gama Centro. E ainda, implantamos mais de 300 abrigos em pontos de ônibus por todo o Distrito Federal. Desde 2019, a quantidade de abrigos cresceu mais de 40%, de 2.889 para 4.056, e já estamos iniciando a implantação de novas estruturas em todo o DF.

Encerramos o ano com quase 700 km de ciclovias. Este ano, o GDF construiu 31 km de vias para bicicletas e outros 25 km já estão em obras. Sabemos que é necessário integrar essas vias e por isso preparamos projetos de diversos trechos, que somam 105 km, para criarmos rotas importantes para os ciclistas. Além de valorizar a mobilidade ativa, o DF atingirá a maior malha cicloviária do país.”

*Flávio Murilo Prates, secretário de Estado de Transporte e Mobilidade