Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
28/06/23 às 15h31 - Atualizado em 28/06/23 às 15h31

Museu Nacional da República recebe encontro sobre arte contemporânea

Com acesso gratuito e classificação indicativa livre, evento está marcado para esta quarta (28), às 19h

Carolina Caraballo, da Agência Brasília | Edição: Chico Neto

A atual produção artística do Distrito Federal estará em pauta no encontro Arte e Conexão: Inovação e Colaboração na Cena de Arte Contemporânea. Agendada para as 19h desta quarta-feira (28) no Museu Nacional da República, a conversa é voltada não só para artistas e pesquisadores, mas para qualquer pessoa que tenha interesse no tema. A entrada é gratuita, não sendo preciso retirar ingresso.

Arte: Divulgação

‌O Arte e Conexão faz parte do Projeto de Pesquisa e Difusão de Plataforma Tecnológica Cultural, que aposta no desenvolvimento tecnológico e na articulação com a cena artística regional. A iniciativa, da plataforma virtual M’ART e do Instituto Cultural e Social No Setor, conta com fomento da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF), entidade ligada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).

‌“O projeto iniciou com R$ 112 mil vindos do Start BSB para desenvolvimento de uma plataforma de economia criativa no segmento cultural”, detalha o coordenador de Tecnologia e de Inovação da FAPDF, Gilmar Marques. “Em seguida, os organizadores conseguiram uma emenda parlamentar de R$ 100 mil, repassada pela fundação, garantindo um upgrade tecnológico que aumentou o impacto na comunidade cultural do DF.”

Produção artística

‌O objetivo do Arte e Conexão é incentivar conversas entre diferentes atores e projetos do DF, além de propor a criação de mais espaços para troca e compartilhamento de reflexões, de forma a contribuir para a construção de uma cena mais colaborativa e participativa. Em sua primeira edição, o encontro levará quatro convidados para debater a evolução da produção artística local.

‌“A gente tem visto que, nos últimos anos, a cena da arte contemporânea no DF tem crescido com o surgimento de novos atores fora da área central de Brasília, e sentimos a necessidade de ter mais espaços para conversar sobre o que está acontecendo”, afirma o idealizador e coordenador da M’ART, Luan Grisolia. “O que torna a arte inacessível é a falta de conhecimento, é não saber onde ela está acontecendo na cidade.”

‌Educador social, Luan explica que arte contemporânea é tudo aquilo que se produz hoje em dia. “É a arte que mais dialoga com nosso tempo, com nossa sociedade. Está longe de ser algo complicado”, garante. “Nossa ideia é democratizar a arte contemporânea, mostrar que não é preciso ser especialista para vivenciar essa experiência”.

Confira, abaixo, os assuntos que serão abordados no Arte e Conexão.

‌-> O papel da plataforma M’ART na cena local – por Marília Panitz (professora e curadora)

-> Pé Vermelho e a periferia como centro – por João Angelini (artista plástico)

-> BSB Plano das Artes e a importância da pesquisa na divulgação e promoção da cena local – por Cinara Barbosa (professora, curadora e crítica)

-> deCurators e a produção independente – por Gisel Carriconde (artista visual).