Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
11/12/23 às 10h46 - Atualizado em 11/12/23 às 10h46

Novo reservatório de água beneficiará 80 mil pessoas em Águas Lindas

Obra tem investimento de R$ 7,5 milhões; serviços de saneamento básico na cidade são prestados pelo Consórcio Águas Lindas, formado pela Caesb e pela Saneago

Agência Brasília* | Edição: Chico Neto

 

Com o objetivo de garantir maior segurança hídrica para Águas Lindas (GO), a Caesb está executando obras de implantação de um novo sistema de abastecimento de água que atenderá aproximadamente 80 mil pessoas. Os serviços de saneamento básico na cidade são prestados pelo Consórcio Águas Lindas, formado pela Caesb e pela Saneamento de Goiás S.A (Saneago).

A obra demanda investimentos de R$ 7,5 milhões, recursos próprios do Consórcio Águas Lindas | Foto: Cristiano Carvalho/Caesb

Já foi concluída a instalação de um reservatório metálico apoiado com capacidade para armazenar 6 milhões de litros de água. Com 36 m de diâmetro interno e 6 m de altura para o nível máximo de água, o equipamento tem a função de atender as demandas de emergência, manter uma pressão constante na rede e dar conta da variação de consumo. A obra demanda cerca de R$ 7,5 milhões, recursos do próprio consórcio.

O novo sistema de abastecimento de água contempla, ainda, obras de adequação de poços, reserva da água e distribuição. Os poços estão sendo adequados e passando por um processo de automação e interligação, para garantir a continuidade do abastecimento. Também está sendo implantada uma unidade de tratamento simplificada (UTS) na área do Centro de Reservação.

Tratamento

“A elevatória tipo booster será responsável por levar a água tratada para a zona alta de pressão atendida pelo reservatório”, detalha o gerente de Obras Especiais da Caesb, Arkan Vaccari. De acordo com ele, a UTS fará o tratamento das águas dos poços buscando enquadrá-las nos pré-requisitos necessários estabelecidos pela Portaria nº 7/2017 do Ministério da Saúde.

Para que todo sistema funcione, será necessária a construção de cinco travessias no trecho urbano da BR-070, contemplando tubulações de três partes do sistema. A previsão de término das obras é dezembro de 2024, ao custo de aproximadamente R$ 18 milhões.

“Esse é mais um exemplo de sucesso da parceria entre a Caesb e a Saneago no Consórcio Águas Lindas”, comemora o presidente da Caesb, Luís Antônio Reis. “Nós temos o compromisso de melhorar a qualidade de vida da população”. A implantação do sistema, ressalta o gestor, vai garantir a continuidade do abastecimento na região.

*Com informações da Caesb