Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
17/04/24 às 15h12 - Atualizado em 17/04/24 às 15h12

Reciclotech é ampliado para capacitar 10 mil alunos e atender 30 cidades do DF

Programa também vai reciclar mais 11 mil computadores e doá-los a unidades de saúde, educação e outras instituições

Por Ian Ferraz, da Agência Brasília | Edição: Carolina Caraballo

Dedicado a reciclar lixo eletrônico e capacitar jovens e adultos na área de tecnologia, o programa Reciclotech será ampliado de um para cinco polos e vai atender 30 regiões administrativas. Com esse aumento, ele será capaz de capacitar dez mil jovens e adultos e reaproveitar 11 mil computadores. Essas medidas foram anunciadas pelo governador Ibaneis Rocha durante evento no Palácio do Buriti nesta quarta-feira (17).

 

O governador Ibaneis Rocha assinou a ampliação do Reciclotech nesta quarta (17) e fez a doação simbólica de 300 computadores reciclados e tablets para uma das instituições beneficiadas | Fotos: Renato Alves/ Agência Brasília

 

Criado em 2020, o Reciclotech é tocado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti-DF) e vai receber um aporte de R$ 9 milhões da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF).

Na cerimônia, o governador Ibaneis Rocha assinou a ampliação do programa e fez a doação simbólica de 300 computadores reciclados e tablets para o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Igesdf), uma das instituições beneficiadas.

“É uma alegria tocar esse programa e ampliá-lo para outras regiões para atingirmos essas crianças e jovens da melhor forma possível. Nada melhor do que tecnologia e reciclagem juntos porque o meio ambiente precisa desse trabalho”, disse Ibaneis Rocha.

O Reciclotech é um projeto que trata do sistema de logística reversa do DF. A iniciativa tem como objetivos a capacitação de jovens e adultos nos cursos de informática básica; a manutenção de computadores e outros itens; o recondicionamento de eletroeletrônicos e posterior doação a instituições que promovam a inclusão digital; a reciclagem de resíduos sólidos oriundos do lixo eletrônico; e a manufatura reversa, que é a separação dos componentes que serão destinados à indústria para serem transformados em novos insumos ou produtos.

Além de oferecer cursos de profissionalização gratuitos para jovens e adultos, os cinco Polos de Economia Criativa (PEC) vão integrar o sistema de coleta, triagem e reciclagem de eletrônicos.

“O que era um, agora são cinco polos. Nós capacitamos 2,2 mil alunos e recondicionamos 3,5 mil computadores. A ideia agora é multiplicar isso por cinco. É formar esses jovens e dar destino a esses equipamentos inservíveis para escolas públicas, hospitais e tantos outros lugares que precisam de fato desses equipamentos”, explica o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Leonardo Reisman.

Parte desse material será doado para as unidades do IgesDF. O diretor-presidente Juracy Cavalcante Lacerda Júnior comemorou o reforço para o atendimento à população na saúde. “Esses 300 computadores serão prontamente disponibilizados a todos os colaboradores da ponta. Vai otimizar muito a assistência aos pacientes, seja no atendimento, seja nas prescrições médicas. Com certeza vai colaborar e muito para a eficiência IgesDF”, disse o gestor.

 

Os cinco Polos de Economia Criativa (PEC) do projeto vão integrar o sistema de coleta, triagem e reciclagem de eletrônicos no Distrito Federal

 

Mais alunos e reciclagem

 

A iniciativa tem bons números que mostram que vale o investimento em tecnologia. Desde que o Reciclotech foi criado, em 2020, foram recondicionados e doados 3.507 computadores, 1.055 toneladas de resíduos reaproveitados, 2.200 alunos certificados e 18.759 bens inservíveis pertencentes ao governo coletados.

“O objetivo final dessa parceria é a capacitação de nossos jovens para a tecnologia e inovação. E isso é um trabalho que a FAPDF tem feito, que é exatamente fomentar esse ecossistema de inovação para gerar renda, emprego e um futuro de qualidade para a nossa população”, avalia o diretor-presidente da FAPDF, Marco Antônio Costa Júnior.

O programa ainda possibilitou a economia de 400 milhões de litros de água a partir do material reciclado. Do total de estudantes formados, cerca de 70% foram inseridos no mercado de trabalho no primeiro ano após a conclusão do curso.

 

Ex-aluno e atual monitor do curso de design gráfico, Gabriel Araújo elogia o programa: “A experiência de você estar ali dentro de sala de aula é única”

 

Um deles é o ex-aluno e atual monitor do curso de design gráfico, Gabriel Araújo, 20. Ele sabe a importância de oportunizar a conexão de jovens com a tecnologia e comemora estar em contato com tantas pessoas. “A experiência de você estar ali dentro de sala de aula é única. Nós aprendemos muito também, não só a gente ensina para os alunos, mas os alunos ensinam muita coisa para a gente também”, avalia.

Como ajudar

 

O descarte de lixo eletrônico pode ser feito tanto nas ações de drive-thru como nos pontos de entrega voluntária, instalados em locais de grande circulação, e não necessita de nenhuma embalagem ou recipiente para acondicionamento do resíduo.

Podem ser doados desde celulares a monitores e computadores e não podem ser doados lâmpadas, vidros e resíduos orgânicos. A lista completa do que pode ou não ser doado está neste link: https://secti.df.gov.br/o-que-pode-ser-doado-e-como-fazer-a-doacao/

Conheça as cinco macrorregiões que serão atendidas pelo Reciclotech

 

⇒ Região Centro-Sul: Candangolândia, Cidade Estrutural, Guará, Park Way, Núcleo Bandeirante, Riacho Fundo, Riacho Fundo II, Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Setor Complementar de Indústria e Abastecimento (SCIA);

⇒ Região Sul e Sudoeste: Gama, Santa Maria, Águas Claras, Recanto das Emas, Samambaia, Taguatinga e Vicente Pires;

⇒ Região Central: Asa Sul, Asa Norte, Cruzeiro, Varjão e Vila Planalto;

⇒ Região Oeste: Brazlândia e Ceilândia;

⇒ Região Leste e Norte: Paranoá, Itapoã, São Sebastião, Jardim Botânico, Planaltina, Sobradinho, Sobradinho II, Fercal, Lago Norte, Arapoanga e Noroeste.