Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
13/10/22 às 10h19 - Atualizado em 13/10/22 às 10h19

Sistema de drenagem no Túnel de Taguatinga avança mais uma etapa

A instalação dos tubos responsáveis pelo escoamento de águas pluviais começou a ser feita na marginal sul da passagem, no trecho entre as avenidas Samdu e Comercial

Carolina Caraballo, da Agência Brasília | Edição: Chico Neto

A construção do sistema de drenagem do Túnel de Taguatinga alcançou um novo trecho da obra. Desde segunda-feira (10), os trabalhos se concentram na marginal sul da passagem, mais especificamente no percurso entre a Avenida Samdu e a Avenida Comercial. A instalação dos tubos de escoamento de águas pluviais é a última etapa antes da pavimentação asfáltica da via.

 

Quando concluída a obra, a água percorrerá a tubulação até desembocar no Córrego do Cortado | Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

Instaladas por baixo do aterro, as manilhas de concreto têm 1 m de diâmetro. Os 400 m de tubulação vão se conectar a um sistema de drenagem mais robusto, com manilhas de 1,2 m de diâmetro que vão Samdu até uma bacia de contenção localizada a 500 m da passagem subterrânea, ao lado do Córrego do Cortado.

O tanque terá 2,5 m de profundidade e volume de pouco mais de 4.600 m³. Um dissipador será construído para evitar que a água captada pelo sistema de drenagem desemboque com muita força no reservatório. Na saída do tanque, além de passar por um segundo dissipador, a água percorre tubulação de menor calibre até desaguar no Cortado.

As marginais sul e norte do Túnel de Taguatinga vão ladear o boulevard que ocupará a parte superior da passagem subterrânea. Com duas faixas de rolamento em cada uma, as pistas correm paralelas ao corredor exclusivo para ônibus. No lado sul, o trecho que liga a Avenida Comercial à Estrada Parque Taguatinga (EPTG), com 520 m de extensão, foi liberado para uso no dia 1º de outubro.​